RSS

A democracia brasileira 21 anos depois

26 fev

Estudo da Professora Rachel Meneguello, departamento de Ciência Política e do Centro de Estudos de Opinião Pública – UNICAMP.

 

Principais considerações – os dados sobre adesão democrática que encontramos reafirmam e reforçam a forte associação entre preferência pela democracia e a dinâmica de participação eleitoral, observados em outros períodos. A adesão democrática emerge relacionada ao valor universal da escolha das conseqüências, em boa medida, da intensa dinâmica eleitoral bienal que marca os anos do processo democrático. As referências institucionais relativas ao sistema representativo não emergem diretamente associada nem à preferência pelo regime, nem à avaliação sobre seu funcionamento. A avaliação do desempenho da democracia é menos associada à dimensão institucional e a gestão do sistema. A avaliação prioriza a percepção e avaliação do governo federal escolhido. A significativa identidade com o governo Lula explica boa parte da força dos dados observados. Os dados indicam que o processo democrático brasileiro parece limitado pelas suas formas de avanço, as eleições concentram seu capital de apoio e é o desempenho das lideranças eleitas e das bases institucionais que concentram a satisfação com o sistema.

Anúncios
 
Comentários desativados em A democracia brasileira 21 anos depois

Publicado por em 26/02/2009 em Uncategorized

 

Tags: ,

Os comentários estão desativados.

 
%d blogueiros gostam disto: