RSS

Década da redução das desigualdades

27 fev

Publicado originalmente no O Estado de São Paulo, em 30 de março de 2008. Marcelo Neri, economista do Centro de Políticas Sociais da FGV, fala sobre o crescimento da renda com “padrões chineses” para todos os brasileiros, com destaque para os mais pobres.

 

Marcelo Néri – O fenômeno que mais me impressionou nesta década, mais que o crescimento da classe C, foi o crescimento chinês do poder de compra dos pobres. Ou seja, a redução da desigualdade de renda. Esta é a década da redução da desigualdade, da mesma forma que a década passada foi a da estabilização e a de 80, a da redemocratização. A minha visão é de que o Brasil está num momento mágico, mas que pode estar terminando com essa crise internacional. Há essa dúvida em função da crise e esse começo de reação por parte do governo, que quer desaquecer o consumo. Por outro lado, uma parte do crescimento da classe C foi artificialmente impulsionado por algo que não é sustentável no longo prazo, que foi o aumento de rendas de pensões e aposentadorias. Uma parte importante dos emergentes de classe C são os aposentados e pensionistas beneficiados pelo reajuste do mínimo. Além disso, eles contam com o crédito consignado. Essas transferências do Estado para o meio da pirâmide populacional, não para os mais pobres, não há como serem mantidas no longo prazo. Mas temos também fatores altamente positivos e sustentáveis na expansão da renda da classe C, como o aumento do emprego formal. No ano passado foram criados quase 1,7 milhões de postos de trabalho. Esse recorde continuou nos dois últimos meses. A carteira de trabalho talvez seja o maior símbolo do que é ser classe C no Brasil e isso tornou-se realidade para muitos. Talvez os fatores sustentáveis dominem. Acho que 2007 foi o ano de sustentabilidade. Neste ano, a economia está bastante aquecida. Mas há uma situação internacional que está virando. Não seria otimista em relação ao futuro da classe C, mas acho que os ganhos de renda foram muito bons. Para o futuro há mais interrogações do que certezas. Vários fatores que impulsionaram a classe C estão em xeque agora.

Anúncios
 
Comentários desativados em Década da redução das desigualdades

Publicado por em 27/02/2009 em Uncategorized

 

Tags: , ,

Os comentários estão desativados.

 
%d blogueiros gostam disto: