RSS

Estudo aponta que as mulheres que têm hoje filhos de até 12 anos conseguem dar conta de diversas atividades

23 dez

Esqueça a figura da mãe esgotada, queixando-se do duro cotidiano. Ao menos é o que aponta um trabalho feito pelo grupo de mídia norte-americano Meredith Corporation, que publica revistas como Parents, American Baby e Fitness e dispõe de 12 emissoras de televisão, entre outras empresas. Divulgado em dezembro, o estudo buscou mulheres que tivessem um filho (ou mais) com idade de até 12 anos. O objetivo era avaliar como elas se sentiam em relação à maternidade e como se viam no cumprimento de tarefas diárias.

As três principais respostas foram “feliz” (80%), “contente” (65%) e “segura” (63%). Em seguida vieram “exausta” (55%) e “preocupada” (47%). Os atributos seguintes foram “organizada” (45%), “poderosa” (38%) e “esgotada fisicamente ou emocionalmente” (32%). “Esta é uma geração de mulheres que cresceu multitarefa”, observou Diane Newman, vp da The Parents Network – a empresa que conduziu o estudo e que inclui o site Parents.com – em entrevista ao AdWeek. Ou seja, elas estariam mais habituadas a ter diversas tarefas sob controle, mais do que as mães de gerações passadas.

Em virtude disso, Diane sugere que a publicidade deveria se aproximar mais do perfil das mães de hoje, que têm condições de atender múltiplas demandas sem sofrer tanto. O estudo indica ainda que essas mulheres se sentem orgulhosas da capacidade de dar conta de variadas atividades. Uma das perguntas feitas às mães era o que tinha melhorado depois da maternidade. A resposta mais dada foi a habilidade de ser multitarefa (70%) e de estabelecer prioridades (62%).

Por outro lado, as principais queixas apontadas pelas mães são: falta de atividade física, situação financeira insatisfatória e falta de tempo para se dedicar a elas. Fitness, de fato, é um tema que as preocupa. Se pudessem ter um assistente para ajudá-las, o primeiro profissional que gostariam de ter é alguém da área de serviços de limpeza. Mas em seguida vem o personal trainer. Segundo Diane, os profissionais de marketing do segmento não têm prestado a devida atenção a esse grupo de mulheres. “Eles pensam muito nas solteiras, mas a necessidade aumenta mais entre as que se tornaram mães.”

Sobre as finanças, as mães relatam estar mais atentas tanto a seus gastos e investimentos (53%) quanto ao noticiário econômico (51%). Para Diane, essas mulheres vieram de uma era em que se dava menos importância aos custos. Agora, elas estão mais focadas em valores e preços e em viver dentro das possibilidades.

Das mães, 74% estão preocupadas com os gastos para se criar os filhos. E 48% disseram estar preocupadas com o montante de dinheiro gasto com as coisas da família. Nos últimos seis meses, 72% cortaram extras que gastariam consigo, 62% diminuiram a aquisição de roupas para elas e 66% reduziram refeições fora com a família. Apesar disso, apenas 18% reportaram que a vida dos filhos não é tão boa quanto a que elas tinham.

por MMonline

Anúncios
 
Comentários desativados em Estudo aponta que as mulheres que têm hoje filhos de até 12 anos conseguem dar conta de diversas atividades

Publicado por em 23/12/2009 em Uncategorized

 

Tags: ,

Os comentários estão desativados.

 
%d blogueiros gostam disto: