RSS

Passado e futuro da propaganda

26 abr

Em 1977, Advertising Age publicou artigo do bioquímico e autor de ficção científica Isaac Asimov prevendo qual seria o “futuro” da publicidade no ano 2000. Nele estão as sementes de muitos avanços hoje em uso: anúncios por adesão (opt-in), leitores eletrônicos, tecnologia 3D e “canais de TV privados”, o que se poderia considerar um canal próprio no YouTube ou um perfil no Facebook. E sua teoria da “publicitologia” poderia, da mesma forma, ser comparada ao atual movimento em direção ao marketing relacionado a causas.

Na edição de 80 anos AdAge esse texto foi revivido. E o Meio & Mensagem, em sua edição de aniversário (número 1405), publicou uma versão reduzida desse artigo.

Confira o texto completo de Isaac Asimov aqui.

Em outro artigo publicado na edição de 80 anos de Advertising Age – e reproduzido parcialmente no Meio & Mensagem, o colunista de mídia de AdAge Simon Dumenco aponta que no final deste século uma boa parte da humanidade estará pagando aluguel para o Google Earth, consumindo sanduíches “fofinhos” do McDisney e vendendo a própria alma aos profissionais de marketing pelo Soulbook. Na verdade, trata-se de um exercício de futurologia em que o autor não é Dumenco, e sim seu “neto”. O texto, que dentro desse espírito pode ser entendido como escrito no ano de 2090, analisa o que aconteceu com as principais corporações globais do tempo do vovô Simon – “o cara da mídia”.

O texto na íntegra está disponível aqui.

Anúncios
 
Comentários desativados em Passado e futuro da propaganda

Publicado por em 26/04/2010 em Uncategorized

 

Tags: ,

Os comentários estão desativados.

 
%d blogueiros gostam disto: