RSS

Sensus: apesar de solavancos, Dilma resiste

14 set

A nova pesquisa Sensus que mostra Dilma Rousseff ( PT) com 50,5% e José Serra (PSDB) com 26,4% indica que permanece inalterada a capacidade da petista de resistir aos solavancos finais da campanha. Aqui, todas as pesquisas eleitorais deste ano.

Há quase 3 semanas passou a reverberar na mídia o escândalo da quebra de sigilos fiscais de tucanos. Serra usou fartamente o material em sua propaganda de rádio e de TV. Não houve efeito. Ao contrário. O tucano continuou a desidratar nas pesquisas.

Agora, no fim de semana, veio o caso mais recente: o envolvimento de um filho da ministra da Casa Civil, Erenice Guerra, numa operação para favorecer uma empresa privada que tinha interesses no governo. Erenice e o filho negam as irregularidades.

A pesquisa Sensus não capta ainda integralmente o efeito desse novo escândalo na campanha de Dilma Rousseff. O caso saiu na revista “Veja” de sábado (dia 11) e o levantamento foi realizado de 10 a 12 de setembro. O noticiário a respeito ainda frequenta a mídia e novos desdobramentos são esperados.

Mas como se trata também de um caso complexo para o entendimento do eleitor médio, a chance de haver grande impacto no jogo eleitoral é reduzida.

Em 2006, o escândalo dos aloprados eclodiu em 15 de setembro (neste ano, a data fatídica seria amanhã). À época, Lula teve de enfrentar um segundo turno contra Geraldo Alckmin, mas por uma diferença pequena: só 1,4 ponto percentual. Naquele caso de 4 anos atrás, havia petistas envolvidos aos montes e uma mala de dinheiro para ser fotografada. A economia também não ia tão bem como hoje.

Ou seja, pelo jeito, os eleitores brasileiros até podem mudar de opinião a menos de um mês da eleição. Mas é necessário um escândalo de octanagem altíssima (com fotos e vídeos de dinheiro) e uma economia que não esteja crescendo cerca de 7% ao ano.

Por UOL/Fernando Rodrigues

Anúncios
 
Comentários desativados em Sensus: apesar de solavancos, Dilma resiste

Publicado por em 14/09/2010 em Uncategorized

 

Tags:

Os comentários estão desativados.

 
%d blogueiros gostam disto: