RSS

Os conceitos

Blog – palavra derivada de weblog, página da web constituída de informações atualizadas e breves, comentários sobre outros sites, atualizada regularmente e organizada em ordem de data, com objetivos de entretenimento, profissionais, acadêmicos e outros; ferramenta de comunicação que dá suporte à interação de pequenos grupos por meio de um sistema simples e fácil de troca de mensagens, podendo ser utilizada por membros de uma família, uma empresa ou qualquer instituição.

I – MARKETING
Marketing – processo de planejar e executar a concepção, o apreçamento, a promoção e a distribuição de idéias, bens e serviços para satisfazer às necessidades das pessoas e das organizações.

Conceito de marketing – filosofia baseada na orientação do consumidor, de metas e sistemas.

Affiliate marketing – sistema de anúncios onde o site A coloca um botão para o site B, ganhando uma comissão sobre uma venda que gere para o site B. Também pode ser usado para levar público de um site para outro, através de informações complementares.

Affinity marketing (marketing por afinidade) – usa recursos como promoções por e-mail, banners e mídia offline para chegar aos consumidores de produtos relacionados com os que deseja vender.

Mix de marketing – conjunto de ferramentas de marketing que a empresa utiliza para perseguir seus objetivos de marketing no mercado-alvo. Essas ferramentas são classificadas em quatro grupos amplos, denominados de 4Ps: produto, preço, praça e promoção.

Inteligência de marketing – conjunto de procedimentos e fontes usados por administradores para obter informações diárias sobre os desenvolvimentos pertinentes no ambiente de marketing. Geralmente buscam inteligência de marketing em livros, jornais e revistas técnicas, conversando com consumidores, fornecedores, distribuidores, funcionários da própria empresa, etc.

Fatores influenciadores de marketing – culturais: exercem a mais ampla e profunda influência sobre comportamento do consumidor. Os papéis exercidos pela cultura, sub-cultura e classe social do comprador são particularmente importantes. A cultura envolve valores, percepções, preferências e comportamentos familiares; sociais: são decorrentes do meio onde as pessoas vivem, porém com mais proximidade, como grupos de referência, família, incluindo-se aí os papéis e posições sociais. Os grupos de referência compreendem todos aqueles que têm influência direta ou indireta sobre as atitudes ou comportamentos da pessoa. Os grupos que têm influência direta sobre uma pessoa são denominados grupos de afinidade (família, amigos, vizinhos e colegas de trabalho). A família é a organização de compra de produtos de consumo mais importante da sociedade, e a posição da pessoa em cada grupo pode ser definida em termos de papel e posição social. Individuais: envolvem diretamente a pessoa: sua idade, ocupação, condições econômicas e estilo de vida. Tais fatores influenciam o consumidor. Psicológicos: as escolhas de compra de uma pessoa são influenciadas pela motivação, percepção, aprendizagem e crenças e atitudes. Muitas vezes as pessoas são motivadas a comprar, ou não, por fatores que não são externos, e sim internos, ou seja, por desejos vindos do seu subconsciente.

Sistema de pesquisa de marketing – planejamento, coleta, análise e apresentação sistemática de dados e descobertas relevantes sobre uma situação específica de marketing enfrentada pela empresa.

II – SEGMENTAÇÃO
Segmento de mercado – parte do mercado com características semelhantes entre si. Dois grupos amplos de variáveis são usados para segmentar mercados consumidores: Geográfica: propõe dividir o mercado em unidades geográficas diferentes, como países, estados, regiões, cidades ou bairros; Demográfica: ocorre quando o mercado é dividido em grupos baseados em variáveis demográficas, como idade, tamanho da família, ciclo de vida da família, sexo, renda, ocupação, formação educacional, religião, raça, geração, nacionalidade ou classe social; Psicográfica: ocorre quando os compradores são divididos em grupos diferentes, baseados em estilo de vida e/ou personalidade.

Público-alvo ou target – é o foco das ações de marketing. São as pessoas a quem dirigimos nossas estratégias, buscando atender seus desejos e necessidades.

Comportamento dos consumidores – apresenta as seguintes variáveis para Segmentação: os consumidores podem ser diferenciados de acordo com as ocasiões em que sentem uma necessidade, compram ou usam um produto. Benefícios: os compradores podem ser classificados segundo os diferentes benefícios que buscam em um produto; Status de usuários: podem ser segmentados em grupos de não-usuários, ex-usuários, usuários potenciais, novos usuários e usuários regulares de um bem; Taxa de uso: podem ser segmentados em pequenos, médios ou grandes usuários de um bem; Status de lealdade: pode-se segmentar o mercado por padrões de lealdade dos consumidores.

Orientação do consumidor – identifica e enfoca as pessoas e/ou as empresas mais propensas a comprar um produto ou serviço.

Psicográfico – qualquer característica que denota o estilo de vida ou atitude do consumidor. Imprescindível considerar na construção de banco de dados, pelo alto grau de precisão que oferece na definição de perfis do consumidor. É fundamental em estudos de segmentação.

III – ESTATÍSTICA

Amostra – escolher mediante uma seleção estatística, uma parte da população que se deseja estudar. As amostras são classificadas por sexo, idade, escolaridade, região, renda familiar, classificação socioeconômica, estado civil e outras variáveis; O mais importante na amostra, não é o seu tamanho e sim a sua representatividade do universo.

Margem de erro – é um desvio do resultado de uma amostra em relação ao que poderia ser alcançado junto à população total que estamos estudando. Quanto maior a homogeneidade da população menor o erro amostral e vice e versa.

Grau de confiança – geralmente o grau de confiança é de 95%. Ele estabelece um limite para interpretação dos resultados, ou seja, significa que há uma probabilidade do resultado obtido no levantamento estar correto.

Variável – um símbolo ou conceito que pode assumir qualquer valor de um conjunto de valores.
Variável dependente – um símbolo ou conceito que se espera que seja explicado ou causado por uma variável independente.

Variável independente – um símbolo ou conceito sobre o qual o pesquisador tem algum controle ou pode manipular até certo ponto, e que é conjeturado para causar ou influenciar a variável dependente.

Cluster analysis – agrupamento de variáveis de características semelhantes entre clientes ou prospects.
Verificação – controle de qualidade e fiscalização do processo de coleta de dados, onde serão checadas informações por um supervisor e por um segundo entrevistado em 20% do material coletado.

Dados primários e secundários – primários, dados novos coletados; secundários, dados coletados anteriormente.
Análise de regressão simples e multivariada (regression analysis) – técnica estatística empregada para prever respostas, por exemplo, taxa de resposta de uma campanha de mala direta. A análise de regressão simples analisa apenas uma variável independente; já a multivariada analisa mais de uma variável independente.

Análise fatorial (factor analysis) – técnica estatística empregada para selecionar variáveis, dentro de um banco de dados, que influenciam a resposta.

Correlação – grau de interação linear entre valores de duas ou mais variáveis.

IV – METODOLOGIA

Pesquisa Quantitativa – metodologia que permite utilizar amostras mais representativas do universo estudado, apontar por meio de análises estatísticas e de generalizações, as tendências encontradas.

Funções da pesquisa – descritiva: coleta e apresenta os fatos; diagnóstica: explica os dados ou ações; prognóstica: especifica como usar as outras funções para prever os resultados de uma decisão.

Pesquisa aplicada e básica – aplicada, tem como objetivo solucionar um problema pragmático específico; básica ou pura, expandir as fronteiras do conhecimento.

Pergunta aberta e espontânea – é aquela que não oferece alternativas ao entrevistado, onde ele está livre para responder o que lhe foi perguntado.

Pergunta fechada e estimulada – é aquela que oferece alternativas ao entrevistado, onde ele escolhe uma ou mais opções que lhe foram oferecidas.

Questionário – instrumento de coleta de dados estruturados, composto de perguntas abertas e fechadas, espontâneas e estimuladas.

V – ESTRATÉGIA

Benchmarking – estratégia adotada por uma empresa que parte para o encontro de soluções através de pontos negativos e positivos dos concorrentes, observando e analisando as formas de comunicação.

Business inteligence – capacidade de análise e formatação de novas estratégias de negócios através do comportamento extraído a partir de um banco de dados.

Business-to-business (BtoB) – comunicação/campanha feita de empresas para consumo/uso de outras empresas.

Business-to-consumer (BtoC) – comunicação/campanha feita de empresas para consumo/uso de consumidores.

Business-to-employee (BtoE) – toda ação de comunicação feita pela empresa voltada ao público interno (funcionários e colaboradores) de uma empresa, visando criar uma cultura corporativa dirigida a objetivos específicos. (veja Endomarketing)

Fidelização – estratégia de gerenciamento de clientes que transforma simples compradores em “advogados” da marca. Visa freqüência e recompra de produtos/serviços e o relacionamento á longo prazo, conquistando ou incentivando a fidelidade dos consumidores a uma empresa ou marca.

Job – serviço previamente contratado entre cliente e agência, passível de avaliação prévia. Pode ser desde a simples criação de um texto ou toda uma campanha de comunicação envolvendo os mais diversos materiais. Deve ser remunerado considerando todas as áreas da agência envolvidas no trabalho: atendimento, planejamento, operações e criação.

Lead – prospect que respondeu a uma ação de resposta direta, indicando interesse em comprar um produto ou serviço.

Catálogo – canal de venda direta ou de divulgação à distância.

VI – PROPAGANDA

Audiência (audience) – a quantidade total de indivíduos atingidos por uma peça/campanha.

Awareness – conhecimento espontâneo, normalmente associado a marcas ou anúncios.

Banner – espaço reservado para os anúncios nos sites (imagem ou animação contendo mensagem publicitária).

Boneco – modelo do material a ser enviado a clientes. É utilizado pelo pessoal de criação interno ou de agências para aprovação da produção.

Briefing – conjunto de informações sobre um determinado produto ou serviço, contendo público-alvo, histórico, estratégia, posicionamento do produto/serviço, meta desejada, desafio da comunicação, principais pontos positivos e negativos, diferenciais, observações subjetivas, entre outras, que dão base para o processo de planejamento de ações.

Budget – do inglês – orçamento, verba, dinheiro. “Isso está fora do meu budget” – Isso está fora do dinheiro que tenho para gastar.

Deadline – último prazo para qualquer serviço em qualquer fase de execução (data fatal).

VII – BANCO DE DADOS

CRM (Customer Relationship Management) – Estratégia de atuação totalmente voltada ao cliente, envolvendo tecnologia, gerenciamento, comunicação e treinamento.

Clientes ativos – consumidores de um banco de dados que fizeram uma ou mais compras em um período recente. A determinação do período de análise depende do ciclo de vida do produto.

Construção de banco de dados – (database marketing building): processo de coleta de dados para a formação de um banco de dados para marketing. As informações mais comuns dos bancos de dados são as cadastrais e transacionais.

Cross selling (venda cruzada) – venda de produtos para um “cliente da casa”, que já consomem produtos ou serviços. O cross selling não obrigatoriamente ocorre no mesmo momento da venda principal, portanto, é diferente da venda casada.

Database (base de dados) – conjunto de informações individuais sobre clientes e prospects normalmente armazenadas em um banco de dados.

Datamining (mineração de dados) – método que combina modelos estatísticos e inteligência artificial com o objetivo de extrair informações calculadas sobre os clientes ou segmentos de clientes.

Datawarehouse – grande repositório de dados que concentra todas as informações disponíveis de uma determinada empresa ou negócio.

Geomarketing – ferramenta que possibilita a visão da distribuição geográfica de clientes e prospects, enriquecendo os bancos de dados voltados para marketing.

Anúncios
 

Os comentários estão desativados.

 
%d blogueiros gostam disto: